A HISTÓRIA DA TIREOIDECTOMIA

By Equipe Dr. Alexandre 3 meses agoNo Comments
Home  /  Blog  /  A HISTÓRIA DA TIREOIDECTOMIA

A Tireoidectomia, cirurgia para a remoção da glândula tireoide, existe há muitos anos e foi evoluindo com a tecnologia e avanço da medicina.

 

A tireoidectomia é o tipo de cirurgia mais comum para a remoção da glândula tireoide. É importante lembrar que há dois tipos de cirurgia: quando a glândula tireoide é totalmente removida denominada tireoidectomia total e quando a glândula tireoide é removida parcialmente, chamada tireoidectomia parcial.

Em ambas ocasiões, foi possível acompanhar mudanças nas técnicas e resultados, em razão do avanço dos estudos da medicina e da tecnologia utilizada nas cirurgias, garantindo um resultado cada vez melhor e uma intervenção cada vez menos invasiva e agressiva ao paciente.

UM POUCO SOBRE A HISTÓRIA:

Um artigo publicado na Revista Brasileira de Cirurgias de Cabeça e Pescoço [v.37/nº4] conta sobre os primeiros registros históricos da tireoidectomia:

  • É atribuída a Paulus a primeira tentativa de remoção de um bócio por volta do ano Mil antes de Cristo;
  • No século 5 depois de Cristo houve um novo registro de tireoidectomia, mas sem sucesso;
  • Por volta dos do ano 600 depois de Cristo registrou-se que um médico muçulmano, chamado Albucasis, conduziu um procedimento de remoção da glândula tireoide com sucesso, embora sem protocolo;
  • No século 12 na Itália, surgiram outras experiências, como a extração da tireoide com ferro em brasa, sem anestesia;
  • A primeira cirurgia para retirada da glândula com bisturi aconteceu em 1646;
  • Até o ano de 1850 foram registradas na literatura médica mundial somente 70 tireoidectomias, com uma taxa de mortalidade de 41%.

 

OS AVANÇOS E SEUS RESPONSÁVEIS:

Os avanços nesse tipo de cirurgia são atribuídos a sete especialistas e estudiosos, que são chamados de ‘Sete magníficos da tireoidectomia’. São eles:

  • Theodor Billroth;
  • William Halsted;
  • Charles Mayo;
  • George Crile;
  • Frank Lahey;
  • Thomas Dunhill;
  • Emil Theodor Kocher.

 

Destes nomes em destaque, ainda vale ressaltar a contribuição científica de Kocher com o entendimento e a definição de protocolos para as tireoidectomias, que são referências até hoje e que lhe concedeu o prêmio Nobel de Medicina, em 1909.

Atualmente, diante de toda evolução e tecnologia utilizada nas cirurgias, as complicações decorrentes da tireoidectomia são muito raras e a taxa de mortalidade irrisória. Em geral, os pacientes apresentam uma recuperação muito boa após o procedimento, e a alta hospitalar pode ser dada até mesmo no dia seguinte.

 

Caso você queira adquirir mais conhecimentos sobre essa especialidade, siga o meu perfil no instagram @dr.alexandreandrade e acompanhe as novidades por lá.

Caso você tenha interesse em saber mais detalhes sobre a tireoidectomia, acesse o meu blogpost explicando sobre os detalhes desta cirurgia clicando AQUI.

Category:
  Blog
this post was shared 0 times
 000

Leave a Reply

Your email address will not be published.