PRECISAMOS FALAR SOBRE O CÂNCER DE BOCA E OROFARINGE

By Equipe Dr. Alexandre 12 meses agoNo Comments
Home  /  Blog  /  PRECISAMOS FALAR SOBRE O CÂNCER DE BOCA E OROFARINGE

 

O câncer de boca é um tipo de tumor maligno que acomete lábios, gengivas, bochechas, céu da boca, língua e assoalho da boca, amigdalas e base de língua.

 

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, trata-se de uma doença mais comuns em homens acima de 40 anos, sendo o tabagismo, consumo de álcool, vírus HPV e outros fatores as principais causas do câncer de boca e orofaringe.

 

Principais Sintomas

Os sintomas do câncer de boca podem se manifestar da seguinte maneira no corpo:

  • Feridas na boca ou no lábio que não cicatrizam
  • Caroços
  • Inchaços
  • Áreas de dormência
  • Sangramentos sem causa conhecida
  • Dor na garganta que não melhora
  • Manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na parte interna da boca ou do lábio

Em estágios mais evoluídos, o câncer de boca provoca mau hálito, dificuldade em falar e engolir, caroço no pescoço e perda de peso.

 

Possíveis Causas

 

O tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas são as principais causas para o desenvolvimento do câncer de boca. O risco aumenta quanto maior for o número de cigarros e de doses de bebidas consumidos.

A exposição ao sol também apresenta risco para o câncer de boca na região dos lábios. Por isso, é importante o uso de protetor solar ou outros métodos que evitem os perigos dos raios solares.

O vírus HPV também é uma causas do câncer de orofarienge. Ao todo, são 150 tipos de HPV conhecidos. Os HPVs 16 e 18 são os principais responsáveis. Os vírus HPV também pode causar câncer genital em homens e mulheres.

De acordo com o INCA, excesso de gordura corporal e exposição a substâncias, como óleo de corte, amianto, poeira de madeira, poeira de couro, poeira de cimento, de cereais, têxtil e couro, amianto, formaldeído, sílica, fuligem de carvão, solventes orgânicos e agrotóxico também contribuem para o surgimento do câncer.

 

Diagnóstico e Exame

 

O diagnóstico do câncer de boca pode ser feito a partir do exame rotineiro da boca feito por um profissional de saúde.

Pessoas com mais de 40 anos que fumam e bebem devem estar mais atentas e devem realizar exames de rotina na boca pelo menos uma vez ao ano (por dentista ou médico).

Além disso, o autoexame da boca é uma técnica simples que ajuda a identificar anormalidades do câncer de boca. Para isso, a própria pessoa observa a estrutura normal da boca e identifica possíveis mudanças na aparência dos lábios e da parte interna da boca, endurecimentos, caroços, feridas e inchações.

Entretanto, vale lembrar que o autoexame na boca não substitui o exame clínico realizado por profissional de saúde treinado.

 

Saiba Mais!

Para saber mais informações sobre o Câncer e seus tratamentos, acompanhe o meu Instagram, ou leia as publicações do meu Site.

Category:
  Blog
this post was shared 0 times
 000

Leave a Reply